quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Estou cooostibado


Desde domingo que a coisa andava a prometer.
Ontem já teria sido sensato ficar na cama, mas tinha aulas para dar e como era o último dia, resolvi não prolongar a agonia dos meninos. À noite houve festa à qual infelizmente tive que faltar com imensíssima pena.
Não deve ser gripe. Não tenho febre nem dores no corpo à excepção de qualquer coisa parecida com um torno que me aperta a cabeça há três dias e da ranhoca que me sobe e desce pelo aparelho respiratório (aparentemente não me sei assoar , mas um médico disse-me em tempos que não fazia mal nenhum engolir ranho)
Tudo isto é novo para mim. Há mais de vinte anos que não me lembro de ficar constipado com violência e desde miúdo que não vou à cama por esta razão (na altura havia um certo prazer nisso porque implicava faltar à escola) - hoje estou a faltar ao serviço, mas as novas tecnologias permitem-me fazer algum trabalho a partir de casa. Coisa fantástica, esta do progresso.
Quem está com a nítida sensação que estarei muito mais afectado que aquilo que aparento, é a Elsa: não consegue perceber porque é que lhe pedi para o almoço canja feita com caldo knorr em vez de galinha (caseira) como se ofereceu para fazer. Já acedeu a ir comprar o tal caldo, mas continua a olhar para mim de forma estranha.
Se eu fosse rico achar-me-ia excêntrico, assim, apenas parvo!

2 comentários:

  1. As melhoras Pedro. Nada como uma galinha de aviário.. Um abraço. GBM.

    ResponderEliminar