quarta-feira, 16 de junho de 2010

da antecipação dos pequenos prazeres


O Outono, se é que ainda existe Outono, é a minha estação favorita. Já escrevi sobre isso neste blogue e nunca deixarei de o fazer. Isto apesar de cada vez mais o Outono ser um ponto no calendário a anos-luz daquilo que em tempos aprendemos na escola primária.
Felizmente que os eternos ciclos da natureza vão continuando, à margem das alterações que o Homem impôs, a repetir-se ano após ano.
Embora me considere desorganizado e ferozmente procrastinador, sou em alguns temas um bicho de hábitos, de rotinas.
E das minhas rotinas de Outono, algumas começam ainda antes do Verão.
Uma delas começou hoje.
Durante o Verão começo a coleccionar e a preparar frutos para um dos mais sublimes prazeres das rotinas de Outono: os licores e as compotas. Por razões de alteração de hábitos de consumo, cada vez menos licores e cada vez mais compotas.
Faço a colheita, lavo, descaroço, parto e congelo, alperces, ameixas e framboesas. Apanho-os apenas quando estão na sua plenitude, por vezes apenas um ou dois frutos de cada vez.
Lá para Outubro começo a preparar os frascos, a estudar a alquimia dos aditivos, a lembrar-me de quais deram mais resultado. Tudo programado para as noites de fogão, jazz, charutos e cocktails que me ocuparão alguns serões mais frios. Não raro junto à mistura que se desenvolve no tacho, rum, whisky, vodka...
Só as laranjas das "marmalades", companhias soberbas de pequeno almoço e as tangerinas dos licores de casca e baunilha me tiram da rotina - Essas não podem ser congeladas. Essas "compotam-se" e "licoram-se" quando querem e estragam-me a rotina que abandono, deliciado, para as preparar.
Hoje apanhei as primeiras framboesas. E bem madurinhas que algumas estão. É só tocar-lhes e elas desprendem-se sem um ai, sem um queixume. Uma rotina que vai começar por ser semanal até chegar a diária lá para os finais de Julho.
Já me cheira a Outono, e que bem que cheira...

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Poupem-me.
    Eu só respondo por mim.
    Se o Egídio apagou, lá teve as suas razões. O blogue é dele e ele põe lá o que bem entender.
    Eu agradeço o comentário em relação ao post que escrevi, mas como trouxe a reboque tudo o resto, vou apagar.

    ResponderEliminar