quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

da vaidade

(George Clooney sem "maquiagem")

Um avião da Pacific Airlines despenha-se em pleno oceano. Salva-se uma hospedeira e um passageiro português. Conseguem nadar até uma ilha paradisíaca deserta e ficam lá vários meses à espera de ajuda. Com o passar do tempo acabam por ficar íntimos.
Um dia, o português acerca-se da moça com umas barbas de coco na mão e pede-lhe para fazer com elas um bigode. A moça coloca o "bigode" e assume um ar masculino.
Imediatamente o português se encosta a ela com ar malandro e diz:
-Manel, nem fazes ideia da gaja que eu ando a comer. Uma hospedeira!

É verdade. Nós, portugueses, somos acima de tudo vaidosos. Somos vaidosos a vestir, a comer e a mostrar; muitas das vezes mais do que podemos.
Somos o povo da Europa com maior percentagem de telemóveis per capita - só não o somos em relação ao iPhone porque espalhou-se o boato que o aparelho enquanto telefone  não seria grande coisa e nós consideramos inútil ter o telefone mais "pipi" do mundo e não poder telefonar aos amigos quando nos apetece a contar que o temos.
Somos o único povo da Europa dita civilizada que faz tuning em carros com motor de mil centímetros cúbicos e cinquenta e cinco cavalos de potência. Carros que com o peso dos apendices aerodinâmicos fazem mais barulho mas andam menos.
E agora somos também os maiores consumidores de "nescafé chique" de toda a Europa.
Verídico!
É em Portugal que a Nestlé vende mais cápsulas "Nespresso" em toda a Europa.
E logo no país onde, a seguir à Itália, se bebia o melhor café expresso do mundo.
Que miséria...

5 comentários:

  1. Tens toda a razão, meu cunhado favorito!

    ResponderEliminar
  2. Ei!
    A Nespresso faz um café expresso muito bom! E é rápida. E limpinha.
    Já experimentaste?

    É que talvez seja por isso mesmo que ela cá se vende tão bem...

    Ofereci uma à minha prima quando estive em casa dela em Hamburgo. Comprei-a lá que não sou maluca de ir carregada para a Alemanha. Contrariamente ao que acontece cá (onde as lojas Nespresso são geralmente bastante grandes) a loja era pequenina :)
    Quanto ao café penso que nós por cá consumimos mais os fortes (niveis 7, 8 e 9 de intensidade) e eles ficam-se pelos 5 e 6 por isso o café sai mais parecidito com o deles...

    Queres experimentar? Aparece lá em casa :)

    ResponderEliminar
  3. Agradecido.
    Conheço o bicho.
    Não me surpreenderia que a Europa em peso aderisse à geringonça porque de facto tirando Portugal e a Itália ninguém tem café expresso de jeito.
    A minha surpresa existe por ser cá.

    ResponderEliminar
  4. Por cá a adesão é porque é fácil, limpinho e... fashion ;)

    ResponderEliminar
  5. I found very useful and interesting posts in this blog which is the great signs for a good blogger.
    Lenovo Laptops

    ResponderEliminar