terça-feira, 11 de novembro de 2008

Anos a fio no Fio dos Dias


Passam hoje noventa anos sobre o armistício que pôs fim à Primeira Guerra Mundial.
Os dados são ainda nebulosos, mas estima-se que só na batalha de La Lys terão tombado, entre mortos e feridos, cerca de sete mil e quinhentos soldados portugueses, esmagados em pouco mais quatro horas por um batalhão de cinquenta e cinco mil alemães.
Como resultado directo ou indirecto da guerra, perderam a vida cerca de noventa mil portugueses, militares e civis, seja em teatro de guerra seja em Portugal como consequência da fome e de variadíssimas doenças.
A Primeira Guerra Mundial provocou vinte milhões de mortos e vinte milhões de feridos.
Foi o primeiro conflito à escala global, abriu caminhos que ninguem assume querer trilhar mas onde invariavelmente muitos acabarão por caminhar e eventualmente tombar.
Preservar a memória é uma das causas do meu amigo Nuno Canilho - uma de algumas que lhe conheço.
Bem haja pelo esforço porque daqui não lhe pressinto advento de glória.


2 comentários:

  1. Porque será que esses números são tão esquecidos pelos homens fazedores de guerras?

    ResponderEliminar
  2. Great post your given information does help me a lot knowing that you have shared this information here freely.
    Panasonic Laptops

    ResponderEliminar